Foto: Chico Bezerra/PJG

Anderson Ferreira institui bônus por alto desempenho a servidores da Vigilância em Saúde do Jaboatão

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, encaminhou à Câmara de Vereadores projeto de lei que institui o Bônus Especial de Desempenho da Vigilância em Saúde, voltado aos profissionais avaliados pelo município em cumprimento das metas do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde (PQA-VS), do Ministério da Saúde. O programa do Governo Federal incentiva cidades a atingirem indicadores predefinidos com o objetivo de aperfeiçoar o Sistema Único de Saúde (SUS). Divulgado no último mês de setembro, o resultado apontou Jaboatão dos Guararapes como único município da Região Metropolitana com mais de 300 mil habitantes, e o segundo do Nordeste, a atingir a marca de nove indicadores.

Mesmo diante das dificuldades impostas pelos protocolos de combate e convivência com a pandemia da Covid-19, Jaboatão conseguiu manter o monitoramento de pacientes com tuberculose e hanseníase; análise da água para consumo humano; indicadores relacionados aos nascidos vivos; prevenção de doenças e agravos. Ao obter o alto índice de desempenho, o município garantiu repasse no valor de cerca de R$ 528 mil.

Na defesa do projeto, o prefeito ressalta que o bônus foi criado com o objetivo de aprimorar as ações em vigilância em saúde executadas na rede municipal. “É de grande importância que a administração pública siga reconhecendo e valorizando as boas práticas e o desempenho dos profissionais que, mesmo em face às adversidades impostas por essa pandemia, garantiram toda a assistência aos usuários do sistema público de saúde do Jaboatão. Essa obstinação é um princípio que norteia toda a nossa gestão, em cada área do nosso governo, e nada mais justo que venhamos a instituir mecanismos para incentivar e dar continuidade ao serviço público de excelência”, destacou Anderson Ferreira.

De acordo com o projeto, o recurso financeiro repassado ao município em função do desempenho no PQA-VS vai ser dividido da seguinte forma: 30% para custeio, adequação da estrutura e investimentos na vigilância em saúde municipal; e 70% para o BDVS, destinado aos servidores. Terão direito à bonificação, a ser paga com periodicidade anual, cerca de 400 profissionais que compõem equipes da vigilância epidemiológica, da vigilância ambiental, da vigilância em saúde do trabalhador e outros profissionais da vigilância em saúde do município.



15/10/2021 às 14:38 – Com informações da assessoria

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

MIGRAAAANTES, espetáculo dos concluintes do Curso de Interpretação para Teatro, será apresentado no Cine Teatro Samuel Campelo

Neste sábado (06) o espetáculo MIGRAAAANTES vai levar para o palco do Cine Teatro Samuel …