Foto: Társio Alves

“Além de ter matado milhares com o novo coronavírus, a gestão do presidente tem contribuído para a alta do desemprego”

Ontem (5), durante Reunião Plenária, João Paulo, deputado estadual do PCdoB, Partido Comunista do Brasil, jogou nas costas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o peso das mortes oriundas do coronavírus ocorridas no País. Além das mortes, aumentando o coro do mote “Bolsonaro Genocida”, grito que ecoa nos redutos de esquerda, João colocou também sob os ombros do atual chefe do Executivo nacional, a “insegurança alimentar” dos brasileiros.

Para João Paulo, “a gestão do presidente tem contribuído para a alta do desemprego e dos preços” dos alimentos gerando uma onda de famintos sem precedentes. A solução para o problema, segundo o político que até pouco tempo integrava o Partido dos Trabalhadores, sigla do ex-presidente Lula, é a saída de Jair Bolsonaro do cargo.

“A pior gestão que o Brasil já teve é responsável por uma crise social sem precedentes. A pandemia gerou impactos em todos os setores, mas a conduta do Governo Federal determina a segurança alimentar da população. Não espero uma mudança de atitude, porque sei que é da natureza de Bolsonaro o desprezo pelo outro. Por isso, reitero o apelo público pela saída dele. Só assim poderemos pensar em reconstruir o País”, afirmou.

06/08/2021 às 15:29 – Por Andros Silva

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

Marília Arraes reforça aliança com Elias em encontro de apoio no Jaboatão nesta quinta-feira

Marília. Foto: Solidariedade / Elias. Foto: Divulgação