Marília e Lia. Foto: Divulgação

Segundo Marília, Lia de Itamaracá teve shows cancelados após aparecer em vídeo ao seu lado

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Marília Arraes, disse que a cirandeira Lia de Itamaracá sofreu perseguição política após gravar um vídeo com ela. “Lia, ícone de nossa cultura, recentemente, gravou um vídeo com a gente, e, logo em seguida, vários shows seus foram cancelados”, afirmou.

A fala aconteceu ontem durante o lançamento da pré-candidatura de Armandinho Dantas a deputado estadual em Caruaru. Armandinho é integrante da banda Fulô de Mandacaru, professor e pós-doutor em Educação.

A diva da ciranda declarou apoio à pré-candidatura de Marília recentemente e aceitou o convite dela para integrar-se ao seu grupo. A embaixadora da ilha até já confirmou presença no próximo dia 31 deste mês, na convenção que oficializará o nome da neta de Arraes para as eleições deste ano. O evento acontece no Classic Hall a partir das 14h.

A tal perseguição, se realmente existiu, parece que não surtiu efeito ou incomodou a cantora maioral da cultura pernambucana.


27/07/2022 às 13:07 – Por Andros Silva

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

Para Raquel, Paulo Câmara também é culpado pela situação caótica do Metrorec: “O que tem a ver com o povo, tem a ver com o governador”

A vergonhosa situação a qual se encontra o Metrô do Recife foi um dos temas …