Raquel Lyra. Foto: Divulgação / Miguel Coelho. Foto: Rafael Furtado

Não foi apenas Raquel que não valorizou a música local em sua festa de São João… Miguel também “esqueceu” de colocar grandes nomes no palco principal

Os apaixonados pela nossa música, assim como eu, ou pela tradição do São João, esperavam que na primeira festa junina pós-pandemia, pelo menos em sinal de respeito as suas obras, nomes como Assisão, Jorge de Altinho e Petrúcio Amorim, teriam o seu lugar de protagonista reservado nos palcos principais dos eventos em cidades como Caruaru e Petrolina.

Mas Raquel Lyra, “Capital do Forró” e Miguel Coelho, “Califórnia Sertaneja”, como são conhecidos carinhosamente os municípios os quais comandavam até pouco tempo, ansiosos para divulgar suas programações, antes de deixar o comando das respectivas prefeituras para seguir rumo a disputa pelo governo do estado, esqueceram dos atores principais, para dá espaço aos “antagonistas”.

Para se ter uma ideia, nomes distantes, sem nenhuma ligação com a festa, como Alok, Leo Santanna e Claudia Leite estão na grade de Caruaru, enquanto Assisão, Jorge de Altinho e Petrúcio Amorim, ficaram de fora.

Em tempo… Na programação de Petrolina, existem três atrações surpresa, será que estaria aí Assisão, Jorge de Altinho e Petrúcio Amorim?


07/04/2022 às 14:19 – Por Andros Silva

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

Cantora Adriana B apresenta show especial para marcar sua nova trajetória artística dentro da música e no audiovisual 

Após 35 anos de vida artística, a cantora Adriana B, uma das principais vozes femininas …