Divulgação

“É uma história de prestação de serviço à cidade”, diz Hélio Guabiraba, ao conceder Título de Cidadão Recifense a Léo Santana

O cantor Léo Santana, de 33 anos, natural de salvador na Bahia, agora já pode chamar o Recife também de seu. Na sexta-feira (26) ele foi a Câmara de Vereadores da capital pernambucana receber o Título de Cidadão Recifense. O vereador Hélio Guabiraba (PSB) foi quem teve a ideia de conceder a cidadania honorária ao artista que estourou em 2019 com a música chiclete “Rebolation”.

“Léo conseguiu se destacar na música nacional e mundial levando o ritmo do Axé para o Brasil afora e para diversos países. Ele tem uma forte ligação com Pernambuco. No auge da sua carreira, na época em que estourou a música “Rebolation”, Léo Santana morou no Recife, dando destaque à cidade pernambucana no Carnaval de 2010. Essa música se tornou o hit do verão e foi com ela que o grupo chegou a ter sucesso internacional”, disse Guabiraba.

Justificando a escolha do baiano, o parlamentar socialista lembrou a primeira vez que viu Léo em cima do trio: “Foi quando eu fui para o primeiro carnaval na nossa Casa Amarela, no Bloco da Ressaca, do ex-vereador e, então, presidente desta Casa, Vicente André Gomes, um vereador que foi muito respeitado com muitos serviços prestados na cidade. Eu vi você, Léo, em cima do trio arrastando 400 mil pessoas. Quando se faz as contas dos comerciantes que chegam um dia antes para encontrar um lugar e vender seus produtos, e quando se soma todo o entorno por onde o trio vai passar, a gente calcula que, pelo menos, três mil pessoas trabalhavam naquele evento. É uma história de prestação de serviço à cidade, por isso, hoje, você está recebendo o Título de Cidadão Recifense”, salientou. 

Santana, que a pedido do presidente da Casa, Romerinho Jatobá (PSB), cantou um trecho da “Rebolation”, falou da sua felicidade em receber a honraria: “Estou muito feliz e quero deixar claro que sou apenas um comunicador da alegria para os meus e através da minha arte tento levar alegria para as pessoas. Hoje eu me sinto, ou melhor dizendo, já me sentia anos atrás, um recifense. Agora, mais do que nunca, me tornei um, de fato. Eu prometo de todo o meu coração e alma levar isso para o Brasil e para o mundo, como Cidadão Recifense, como nordestino de orgulho e que defende as suas origens e escolhas”, garantiu.

Romerinho Jatobá (PSB) foi quem conduziu a solenidade que contou com a presença de fãs, outros parlamentares, empresários e integrantes da sua banda, a Parangolé.


29/11/2021 às 15:55 – Por Andros Silva

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

Nádia Maia será uma das homenageadas do São João do Recife. João Campos falou nesta terça detalhes da festa

Fotos: Rodolfo Loepert/Prefeitura do Recife