Armando Filho, Wellington Carneiro e Anderson Ferreira. Fotos: Divulgação

Alfinetando? “Não existe palanque conservador no Estado”, afirma pastor Wellington Carneiro, presidente do PTB de Pernambuco

O pastor Wellington Carneiro, presidente do PTB de Pernambuco, que esteve discutindo em Brasília na quarta-feira (27) com a executiva nacional a possibilidade do partido lançar uma candidatura própria para o Governo do Estado, deu uma declaração que interpretei como “indireta” para os pré-candidatos evangélicos Anderson Ferreira e Armando Filho. “Não existe palanque conservador no Estado”, declarou Wellington.

Inclusive, esse seria o motivo principal para a possível candidatura do PTB/PE à majoritária. O conservadorismo ocidental é baseado na doutrina cristã e tem na religião a sua base. Quando Carneiro faz a declaração, ele estaria se referindo a Anderson Ferreira e Armando Filho?

Anderson, escolhido por Bolsonaro e ex-prefeito do meu Jaboatão, vem de um clã evangélico, tem o Projeto Libertador, dedicado ao segmento cristão, para chamar de seu e Armando Filho, assim como o crítico Wellington, também é pastor e dono de várias canções dedicadas ao público protestante.

Wellington Carneiro foi empossado como presidente estadual no início deste mês, e parece que já quer chega “causando.”

Em tempo… Olha o que diz um trecho da nota que recebemos via e-mail da assessoria de imprensa do partido: “O dirigente assumiu o partido com a responsabilidade de transformar a regional de Pernambuco em conservadora e defensora dos valores cristãos no Estado.” Eita. Se me equivoquei, sorry!


29/04/2022 às 10:59 – Por Andros Silva

Compartilhe essa matéria, escolha uma rede abaixo.

Check Also

Sileno Guedes recebe apoio do MDB de Igarassu

Ontem o MDB de Igarassu aderiu a caminhada de Sileno Guedes do PSB rumo a …